conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Campo Mourão

Acicam e Sindicam reivindicam cancelamento do feriado santo de São José na próxima sexta-feira (19)

Município ainda não se manifestou sobre o pedido.

A Associação Comercial e Industrial de Campo Mourão (Acicam) e o Sindicato Empresarial do Comércio Varejista (Sindicam), solicitaram à Prefeitura Municipal o cancelamento do feriado de São José, padroeiro da cidade, na próxima sexta-feira (19). O Município ainda não se manifestou sobre o pedido.

Ao contrário do carnaval de 2021, que teve o ponto facultativo mantido pelo comércio e município, no documento enviado, na última sexta-feira (12), ao prefeito Tauillo Tezelli (Cidadania), as entidades pedem que o feriado seja transformado em ponto facultativo. As entidades alegam que a mudança de calendário ajudaria a “evitar aglomerações e diminuir as viagens e festas durante o feriado”, e seria uma alternativa as restrições impostas as atividades econômicas.

Devido à piora no quadro da covid-19, o município está, pelo menos até quarta-feira (17), seguindo dois decretos, um estadual e outro municipal, com medidas restritivas que impõe horário de atendimento aos clientes reduzido e toque de recolher à noite para a população.

Além do feriado santo do padroeiro da cidade, na sexta-feira também completará 1 ano do primeiro caso de covid-19 confirmado no município. Segundo o último boletim epidemiológico emitido pela Secretaria Municipal de Saúde na noite do domingo (14), desde o dia 19 de março de 2020, Campo Mourão já confirmou 6.262 moradores infectados pelo vírus e 112 mortes. Atualmente 1.031 pessoas estão em tratamento da doença.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.