conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Campo Mourão

Ações contra “reestruturação bancária” continuam em Campo Mourão e região.


O Sindicato dos Bancários de Campo Mourão esteve à frente de mais uma ação para evitar o fechamento de uma agência do Banco do Brasil no município. Nessa quinta-feira, 28 a reunião foi com o prefeito Tauillo Tezelli, solicitando seu apoio nas ações. Representando o sindicato estiverem presentes a presidente, Nivalda Sguissardi e Marcelo Legnani, secretário de Assuntos Jurídicos e funcionário do Banco do Brasil.

Foi entregue ao prefeito um ofício com as informações dos impactos causados pela ação da instituição bancária e ainda, os possíveis prejuízos para população mourãoense.
Além dessa ação, as lideranças do Sindicado também se reuniram com representantes da Câmara de vereadores de Campo Mourão, entregando em mãos para o presidente da entidade, Vereador Jarir Soares (Cidadania), no dia 22, sexta-feira.

Foi solicitado ainda, o apoio do deputado estadual, Enio Verri (PT). No domingo, 24 o Deputado recebeu a reivindicação dos representantes do Sindicato. E para solidificar o pedido contra o fechamento da agência, os Bancários do Banco do Brasil entrarão em greve a partir do dia 29 de janeiro, sexta-feira.

Entenda:
A direção central do Banco do Brasil lançou um Plano de Demissão Voluntária (PDV) com o intuito de remunerar os funcionários que desejam se desligar de suas funções, com o objetivo de diminuir seu quadro. Além a opção de demissão, serão encerradas as atividades em diversas agência bancárias pelo país, entre elas, a unidade de Campo Mourão, que está situada na Av. Irmãos Pereira.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.