conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Educação

Aulas da rede estadual retornam a partir de segunda-feira (10), anunciou governador Ratinho

De acordo com o secretário Feder, na próxima semana acontece em cerca de 200 escolas que se voluntariaram para o retorno das atividades. A lista das escolas não foi divulgada.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior atende a imprensa nesta terça-feira (4) para falar sobre o retorno gradativo das aulas presenciais na rede estadual de ensino. Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O governador Ratinho Júnior (PSD) e o secretário de Educação, Renato Feder, anunciaram o retorno às aulas presenciais a  partir da próxima segunda-feira (10) na rede estadual de ensino do Paraná. A decisão foi divulgada em coletiva de imprensa no  Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, nesta terça-feira (4).

Ao justificar o retorno, o governador Ratinho Jr. citou estudo realizado em 21 países que aponta que “a escola não é o grande problema da transmissão do vírus”.

O retorno deve acontecer de forma gradativa adotando o modelo híbrido de ensino e paralelamente haverá a vacinação dos profissionais da educação.

Volta às aulas presenciais

De acordo com o secretário Feder, a volta na segunda-feira (10) acontece em cerca de 200 escolas que se voluntariaram para o retorno das atividades. A lista das escolas não foi divulgada.

O critério para a escolha, conforme as informações do governador e do secretário, foram priorizadas as escolas localizadas em locais onde os alunos teriam apresentado maiores dificuldades de acesso à internet para poder acompanhar às aulas remotas, as localidades onde a pandemia está mais controlada e há mais gente imunizada. “Escolhemos ainda aqueles lugares onde os diretores e profissionais manifestaram interesse de retornar às aulas presenciais”, declarou o secretário.

Vacinação profissionais da educação

De acordo com o governador, o retorno vai acontecer paralelamente com a vacinação contra a covid-19 dos profissionais da educação do estado. Em março, o governador Ratinho Júnior chegou a afirmar que as aulas só retomariam após a vacinação dos professores.

O Paraná, no entanto, tem mais de 169 mil trabalhadores da área de educação nas redes municipais e estadual, para eles a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) separou 32 mil doses do imunizante Astrazeneca. Estas doses também serão aplicadas nos profissionais da rede privada de ensino.

Para a 11ª Regional de Saúde de Campo Mourão serão destinadas 920 doses que serão distribuídas para os 25 municipios da região.

Os primeiros profissionais a receber a vacina devem ser da faixa etária de 55 a 59 anos. As doses serão disponibilizadas para os municípios a partir desta quinta-feira (6). 

Depois, a aplicação de vacinas dos lotes seguintes deve seguir uma divisão por idade, pelos profissionais mais velhos, e priorizando aqueles que estiverem trabalhando presencialmente.

Dados pandemia

Segundo o último boletim, o Estado acumula 949.530 casos confirmados e 22.529 mortes por coronavírus. Com a taxa de ocupação das UTIs em 92%.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.