Campo Mourão Saúde Todos

Cartórios registram aumento de quase 20% nas mortes por síndrome respiratória em Campo Mourão

Dados do Portal da Transparência Registro Civil apontam que os cartórios de Campo Mourão registraram 161 mortes de moradores da cidade por doenças respiratórias no primeiro semestre de 2020, o número representa aumento de 19.2% em comparação ao mesmo período de 2019, quando foram registradas 135 mortes.

De janeiro a julho de 2020 os cartórios lavraram 400 certidões de óbito para pessoas que faleceram com residência somente na cidade de Campo Mourão, que abrange mortes naturais à violentas, dessas as causas respiratórias representam 40.2% do total de óbitos registrados. No número total de mortes por questões respiratórias de 2020 estão inclusas as 14 pessoas que morreram cujo atestado de óbito registra como causa a Covid-19.

Duas doenças são responsáveis por cerca de metade dos óbitos nesse período consultado, são elas a pneumonia e a septicemia (sepse/choque séptico).  A septicemia teve um aumento em mortes de 23% e a pneumonia 11% no ano de 2020 comparado ao ano anterior.

Compõem a lista também registros da insuficiência respiratória e causas classificadas como indeterminadas, que são causas mortes ligadas a doenças respiratórias, mas não conclusivas.

Enquanto no primeiro semestre de 2019 não há registro de nenhum óbito pela Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), doença respiratória que exige internação e é causada por vírus, seja ela a Influenza (H1N1), o novo coronavírus (Sars-CoV-2) e ou outros. No mesmo período de 2020 tanto a SRAG como o coronavírus são citadas nos atestados de óbitos.

Quanto ao gênero, os homens são maioria. São 85 são de homens e 78 são mulheres, em 2019 e 71 homens e 64 mulheres em 2020. A faixa etária mais vitimada tanto em homens como em mulheres por doenças respiratórias é entre 80 a 89 anos.

Os dados são do Portal da Transparência, plataforma desenvolvida pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), que reúne os registros de óbitos feitos pelos cartórios brasileiros, a plataforma é abastecida com as informações contidas nas Declarações de Óbitos (DOs) emitidas pelos médicos no ato do falecimento, e que são a base da certidão de óbito.


Deixe um comentário