conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Comcam

Com mais 8 mortes pela COVID-19, Região chega a 315 óbitos

As mortes são de pacientes com idades entre 19 a 87 anos.

Os municípios pertencentes a 11ª Regional de Saúde região registraram, nesta terça-feira (9), mais 8 mortes pela covid-19, elevando assim para 315 vidas perdidas desde o início da pandemia. 

Também foram registrados 212 novos casos, com isso a região acumula 16.913 moradores positivados. Destes, 15.073 já passaram por tratamento e são considerados recuperados. 

As novas mortes inseridas nos boletins municipais são de pacientes com idades entre 19 a 87 anos, sendo 2 mulheres e 6 homens. Do total de mortes, apenas uma ocorreu em 2020. As demais foram registradas nas últimas 24 horas.

As mortes aconteceram nas cidades Terra Boa (1) Peabiru, (1), Barbosa Ferraz (1), Rancho Alegre d’Oeste (1), Campo Mourão (2) e Juranda (2).

Permanecem com o vírus ativo no organismo 1.525 pessoas. Ainda esperam resultados de exames outras 873 pessoas e estas são consideradas suspeitas.

Veja detalhes do boletim do novo coronavírus em todos os municípios da região.

Entenda os números.

Os casos divulgados estão em 19 boletins municipais publicados até às 22 horas desta terça-feira. As cidades de Iretama, Janiópolis e Juranda informaram números menores que os repassados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) e para eles é considerado o número maior como sendo o oficial.

Outras  2 cidades que não emitiram boletim epidemiológico nas últimas 24 horas tiveram dados maiores informados pela Sesa do que os números do último boletim informado pela cidade, é o caso de Engenheiro Beltrão e Peabiru.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.