conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Paraná

Covid-19: idosos que vivem em instituições de longa permanência deverão ser testados no Paraná

Com o objetivo de evitar novos surtos de covid-19, cerca de 10 mil idosos que vivem em 450 instituições de longa permanência no Paraná deverão ser testados ao longo dos próximos dias.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), a testagem é recomendada em meio ao aumento de casos e mortes provocadas pelo coronavírus e tem como objetivo melhorar o rastreamento da doença de forma precoce. Além dos idosos que moram nas instituições, a Sesa estima que quase 6 mil profissionais que atuam nos locais também sejam testados.

A Diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Sesa, Maria Goretti Lopes, explica que a recomendação é para que todos façam o exame, mesmo que já tenham sido testados no primeiro ciclo disponibilizado no início de julho.

Conforme a secretaria, a identificação do primeiro caso da Covid-19 já deve ser considerada como surto desencadeando imediatamente todas as ações de atenção e vigilância necessárias. A recomendação é que seja feita a testagem semanalmente dos idosos e funcionários das instituições até que todos tenham resultados negativos por duas coletas consecutivas. Em caso de confirmação, os residentes com suspeita devem permanecer em isolamento e os trabalhadores devem ser afastados.

As instituições que não apresentarem casos positivos após a testagem de todos os idosos e profissionais devem seguir com o rastreio com RT-PCR dos trabalhadores a cada 15 dias.

Os novos testes a serem realizados farão parte do segundo ciclo de testagem, o primeiro, segundo a Sesa, detectou casos positivos em 129 instituições, em 97 delas, foram encontrados precocemente o caso positivo evitando evolução para surto grave.

Com AEN

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.

Campo Mourão

Decisão foi tomada diante do aumento de casos da covid-19 e a lotação de leitos hospitalares.

Paraná

Quase 12% das pessoas internadas por covid-19 no Paraná, nesta terça-feira (23), têm entre 20 e 39 anos.