Campo Mourão Educação Todos

Em nova decisão, Fiep decide não fechar Colégio Sesi de Campo Mourão

Unidade Colégio Sesi Campo Mourão. Foto: Divulgação

A Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), anunciou nessa terça-feira (13) que manterá aberta a unidade do Colégio Sesi de Campo Mourão, colocando fim a incerteza que vinha desde agosto, quando a instituição informou que reduziria em 20% a oferta de vagas nas unidades de todo estado a partir de 2021.

A informação sobre a manutenção da unidade mourãoense na rede foi repassada pelo Presidente da Fiep Carlos Valter Martins Pedro, ao deputado federal Rubens Bueno (Cidadania).

Em mensagem enviada ao deputado, Carlos disse a unidade passará por amplo processo de reformulação para atender a nova lei do ensino médio, com ampliação da carga horária para 3 mil horas, potencializando assim a integração do ensino regular com a formação técnica.

Impasse Financiamento

A redução de recursos para Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e ao Serviço Social da Indústria (SESI), o conhecido Sistema S, é defendida pelo governo do Presidente Jair Bolsonaro (sem partido), desde a transição de governo, em 2018.

As nove entidades do Sistema S são mantidas com recursos de empresas dos setores correspondentes. As contribuições dessas companhias ao sistema incidem sobre a folha de pagamento, são recolhidas pelo governo e repassadas às entidades. Em maio, junho e julho deste ano, por decisão do governo federal, houve corte de 50% desses repasses.

Imediatamente a Confederação Nacional da Indústria (CNI) emitiu nota dizendo que a diminuição da verba recebida poderia levar ao fechamento de centros de educação profissional e escolas.

Nesse processo, em agosto, veio a decisão da Fiep reduzir 20% das vagas, e consequentemente de fechando 30 das 43 Colégios Sesi no Paraná em 2021, incluindo a unidade de Campo Mourão.

Mobilização pela manutenção da unidade

A informação provocou reações generalizadas em todas as cidades que sediam a instituição. Pais, alunos, ex-alunos, prefeitos e vereadores de municípios que contam com unidades da rede. Uma série de abaixo-assinados foi promovida em várias cidades, inclusive em Campo Mourão, com o objetivo de fazer a entidade rever a decisão.

Leia Também:

Alunos se mobilizam contra o fechamento do Colégio Sesi em Campo Mourão

Repercussão negativa leva Fiep repensar fechamento Colégio Sesi


Deixe um comentário