conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Paraná

Estudo do governo federal pretende criar 15 novas praça de pedágio no Paraná

O Paraná poderá ter mais 15 novas praças de pedágio após estudo realizado pela Empresa de Planejamento e Logística S.A (EPL) e discutido juntamente com o Ministério da Infraestrutura e Secretaria de Estado de Infraestrutura do Governo do Estado do Paraná. Atualmente, o Estado possui 27 praças de pedágio e poderá ter 42 depois do leilão das concessões que irá ocorrer ainda este ano.

A proposta que esta sendo chamada de modelo híbrido além de propor aumentar a cobrança para utilização das vias, ainda prevê a licitação de mais de 3,3 mil quilômetros de rodovias estaduais e federais em seis lotes, além de limitar a cobrança de taxa de outorga e um desconto máximo para as tarifas. Tudo com a expectativa que elas estejam em operação entre 2022 e 2023, com o prazo de concessão do modelo híbrido terá validade de 30 anos.

Deputados da Frente Parlamentar do Pedágio da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) anunciaram que vão pedir regime de urgência para a votação de projeto que proíbe o Estado de firmar convênios com o governo federal para a concessão de rodovias estaduais por outro critério que não seja o de menor tarifa. A intenção dos deputados é barrar o modelo híbrido proposto pelo Ministério dos Transportes, que prevê a cobrança de taxa de outorga e um desconto máximo para as tarifas.

Para os deputados da Frente Parlamentar do Pedágio da Assembleia Legislativa, o modelo proposto pelo Governo Federal repete os erros das atuais concessões, que terminam em novembro deste ano, e resultou em tarifas altas. Além disso, a proposta da União prevê a instalação de mais praças de pedágio.

A Constituição paranaense obriga o governo estadual a pedir autorização da Assembleia para ceder rodovias ao governo federal. Em outubro do ano passado, o primeiro-secretário da Assembleia, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB), apresentou projeto – assinado por outros 36 parlamentares – que proíbe a concessão de novos pedágios por outro modelo que não o de menor tarifa. A ideia da frente, agora, é pedir urgência para votar a proposta já em fevereiro, no reinício dos trabalhos da Assembleia, após o fim do recesso.

Confira os locais das novas praças:

  • Sengés (PR-151)
  • Siqueira Campos (BR-272)
  • Jacarezinho/Ourinhos (BR-153)
  • Califórnia (BR-376)
  • Tamarana (PR-445)
  • Jussara (PR-323)
  • Tapejara (PR-323)
  • Perobal/Cafezal do Sul (PR-323)
  • Guaíra/Terra Roxa (BR-272)
  • Guaíra/Mercedes (BR 163)
  • Toledo/Cascavel (BR-467)
  • Capitão Leônidas Marques (BR-163)
  • Ampére (PR-182)
  • Renascença (BR 280)
  • Guairaçá (BR-376)

Da Redação com Alep

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Decisão foi tomada diante do aumento de casos da covid-19 e a lotação de leitos hospitalares.

Paraná

Quase 12% das pessoas internadas por covid-19 no Paraná, nesta terça-feira (23), têm entre 20 e 39 anos.

Campo Mourão

Esta é a segunda confirmação neste domingo (14) no município.

Campo Mourão

Após 19 dias de internação para tratamento do vírus, ele apresentou boa evolução do quadro clínico de saúde.