conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Comcam

Fifa escala goioerense Edina Alves para quadro de arbitragem do Mundial de Clubes

Árbitra Edina Alves

O ano é de 2021, mas a temporada ainda é de 2020. E com o Mundial de Clubes se aproximando, a Fifa divulgou nesta segunda-feira (4) o quadro de arbitragem do Mundial de Clubes, a ser disputado neste ano no Catar. A árbitra de Goioerê Edina Alves Batista vai comandar um dos trios. A assistente Neuza Back também foi selecionada.

Edina Alves faz parte do quadro de árbitras da Fifa desde 2016 e já apitou em jogo da Série A do Campeonato Brasileiro masculino. Ela esteve na última Copa do Mundo feminina (França-2019), em que comandou a semifinal entre Inglaterra e Estados Unidos.

Neuza Back é assistente da Fifa desde 2014. Ela também esteve no último Mundial feminino e recentemente trabalhou no jogo entre Vélez Sarsfield e Peñarol, pela Copa Sul-Americana masculina.

A Fifa selecionou ao todo para o torneio sete árbitros de campo e 12 assistentes, além de de outros sete árbitros de vídeos para a operação do sistema de VAR. Os oficiais das partidas viajarão para o Catar uma semana antes do início do Mundial de Clubes. A Fifa garantiu que eles receberão todos os cuidados necessários contra a pandemia.

O Mundial de Clubes de 2020 será realizado entre os dias 1 e 11 de fevereiro de 2021, no Catar. O torneio vai utilizar três estádios da Copa do Mundo de 2022. O sorteio para determinar os cruzamentos está previsto para o dia 19 de janeiro, em Zurique, na Suíça.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Paraná

Quase 12% das pessoas internadas por covid-19 no Paraná, nesta terça-feira (23), têm entre 20 e 39 anos.

Campo Mourão

Esta é a segunda confirmação neste domingo (14) no município.

Campo Mourão

Após 19 dias de internação para tratamento do vírus, ele apresentou boa evolução do quadro clínico de saúde.

Paraná

O governo do Estado deve publicar ainda nesta semana novo decreto com medidas mais restritivas de combate ao novo coronavírus.