conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Paraná

Funcionários de hospital de Londrina morrem de Covid-19 após recusarem tomar a vacina

Ao todo 31 servidores do hospital se recusaram inicialmente a tomar a vacina, 20 já voltaram atrás na decisão.

Dois servidores do Hospital da Zona Sul de Londrina morreram por complicações da covid-19,  ambos se recusaram a tomar a vacina contra o vírus. 

A doença vitimou um auxiliar administrativo de 34 anos e uma técnica de enfermagem de 54 anos. Eles faziam parte de um grupo de 31 funcionários que decidiram não se vacinar. 

Segundo a direção do hospital, o número diminuiu para 10 após um trabalho de convencimento das equipes. A instituição conta com 510 servidores.

Em fevereiro, o auxiliar administrativo teve a chance de receber a vacina, mas assinou o termo abrindo mão. No fim de março, voltou atrás e decidiu tomar a primeira dose, mas não houve tempo para que a imunização o salvasse.

Já a técnica de enfermagem sequer recebeu a primeira dose da vacina. Mesmo trabalhando na linha de frente do combate ao vírus, ela não cogitou a possibilidade de se vacinar e também assinou um termo. No entanto, contraiu a covid-19, teve uma piora no quadro e morreu na última sexta-feira (23).

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.