conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Educação

Governo do Paraná reduz número de aulas de sociologia, filosofia e artes em escolas públicas

A Secretaria Estadual de Educação e Esportes do Paraná (Seed), anunciou esta semana uma mudança na matriz curricular do ensino médio para as escolas públicas estaduais a partir de 2021. Uma das mudanças previstas é a diminuição de carga horária de disciplinas como Sociologia e Filosofia.

A matriz curricular atual para a rede pública do estado garante ao menos duas aulas por semana de Sociologia e Filosofia nas escolas. Com a redução de carga horária, segundo informações da pasta, o governo prevê a criação de novas disciplinas e ampliação do ensino de algumas que já existem.

O objetivo da mudança, segundo o governo, é equiparar as matrizes curriculares de todas as escolas do estado.

Entre as alterações previstas, está a garantia de quatro aulas semanais de Língua Portuguesa e três de Matemática, o que hoje não acontece em toda a rede estadual. O governo também prevê a criação de novas disciplinas, como de Educação Financeira.

A mudança provocou protestos nas redes sociais. “A diminuição da carga horária de filosofia implicará na demissão de milhares de professores/as dessas disciplinas”, argumentam.

Os professores da rede pública do Paraná criaram um abaixo-assinado para tentar barrar a nova matriz curricular. A meta é atingir 7.500 assinaturas.

Os profissionais também criticaram a inclusão de Educação Financeira no currículo escolar. “Uma disciplina totalmente desconectada da realidade dos estudantes das escolas públicas paranaenses, oriundos da classe trabalhadora, que tem todo o direito de ter acesso ao conhecimento científico, filosófico, sociólogo e artístico”, afirmam.

Com Carta Capital

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.