conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Educação

Governo do Paraná suspende volta das aulas presenciais nas escolas estaduais

Estado vive o pior momento da pandemia da covid-19

Foi adiado por tempo indeterminado a volta às aulas presenciais na rede estadual de ensino do Paraná. A decisão se deve ao agravamento da pandemia da covid-19. 

A notícia foi dada pelo secretário da Educação, Renato Feder, em comunicado na manhã desta sexta aos chefes dos Núcleos Regionais de Educação (NREs).

Uma nova data para a retomada do modelo híbrido, que concilia aulas presenciais com videoaulas, será avaliada e informada pela Secretaria da Educação e do Esporte (Seed). Mais de um milhão de alunos da rede darão continuidade ao ano letivo 2021 de forma remota.

A medida não vale para as escolas privadas, que estão liberadas para oferecer atividades presenciais desde quarta-feira (10).

Na quinta-feira (11) a APP-Sindicato anunciou uma greve para a próxima segunda-feira (15), dia que aconteceria a retomada das aulas presenciais, devido ao momento crítico da pandemia que o Estado vive.  O Sindicato defende que as aulas continuem no mesmo modelo do ano passado, com aulas à distância.

A preocupação com a disseminação de novas cepas do vírus foi demonstrada pela representante da APP Sindicato, Walkiria Mazeto. Segundo ela, as escolas municipais e estaduais paranaenses não têm estrutura adequada para garantir a biossegurança dos alunos.

“Não é um ambiente controlado. Se o Estado não consegue dar conta do uso de máscaras e distanciamento, como os professores e profissionais vão controlar a interação social aguardada pelas crianças e adolescentes? Nossos profissionais usam transporte coletivo urbano para ir às escolas e um professor interage durante o dia com pelos menos 100 estudantes”, declarou Walkiria.

Conforme o boletim da covid-19 desta quinta-feira (11), o Paraná acumula 740.955 casos e 13.053 mortes em decorrência da doença. Neste momento, a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 95%.

Na semana passada, as prefeituras que compõem a Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão (Comcam) manifestaram posição contrária ao retorno das aulas presenciais nas redes públicas municipais.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.