conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Comcam

“Já estamos em colapso” alerta secretaria de saúde de Campina da Lagoa

O aumento dos casos e internações por covid-19 na cidade que vem sendo registrado com tendência de alta desde de outubro.

Secretaria, Raissa Henrique Passos

O sistema de saúde de Campina da Lagoa entrou em colapso, é o que afirmou a secretaria de saúde Raissa Henrique Passos, em live página oficial do município na manhã desta terça-feira (23).

Segundo a secretaria, o aumento dos casos e internações por covid-19 na cidade que vem sendo registrado com tendência de alta desde outubro. A população está encontrando um sistema de saúde já esgotado e que aos poucos vai perdendo a capacidade de atender à demanda.

Agravado pelo feriado de carnaval o colapso no sistema de saúde não é mais um cenário distante. “Já estamos num colapso. Já não estamos dando conta de atender a população” alertou Raissa.

A secretaria alertou que sistema de saúde esta limite e que todos os profissionais trabalham até a exaustão recebendo novos pacientes testaram positivo, no entanto a gestora alerta que a administração municipal prevê uma piora do cenário devido ao desrespeito as medidas sanitárias e ao pouco isolamento social que a população vem mantendo.

Até o momento a cidade confirmou 429 casos, destes 38 permanecem em tratamento e 14 moradores perderam a vida para o vírus.

Diante da situação a secretaria informa que a melhor estratégia para conter o vírus ainda é o isolamento social e pede para que a população colabore.

Participaram também da transmissão o médico João Pedro e a chefe da vigilância epidemiológica, Carla.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.

Campo Mourão

Decisão foi tomada diante do aumento de casos da covid-19 e a lotação de leitos hospitalares.

Campo Mourão

Esta é a oitava morte esta semana pela covid-19