Brasil

Mercado brasileiro pode pagar até mais que o dobro para homem branco do que mulher negra para o mesmo cargo

A diferença levantada pelo Instituto Insper que fez o comparativo em cinco profissões no Brasil de raça e gênero com profissionais de nível superior entre engenheiros e arquiteturos, médicos, professores, administradores e cientistas sociais. Os homens brancos recebem mais de 150% a mais que mulheres negras que exercem a mesma função.

A análise foi feita pelo Insper, com base em levantamento feito junto a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre os anos de 2016 e 2018. Em números gerais, a média de salário das profissões levantadas foi: R$ 7.891,78 para homens brancos e R$ 3.047,51 para mulheres negras.


Deixe um comentário