conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Paraná

Paraná decide amanhã sobre início da vacinação de adolescentes

Secretário de Saúde do Estado, Beto Preto se reunirá secretários municipais para tratar sobre assunto.

Secretário de Estado da Saúde do Paraná, Beto Preto. Foto: Divulgação Sesa.

O secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, afirmou em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (20) que se reunirá nesta terça-feira (21) com secretários municipais de Saúde do Estado para decidir sobre o início da vacinação de adolescentes sem comorbidades.

Na semana passada, o Ministério da Saúde voltou atrás na decisão do início do mês e retirou a recomendação para a aplicação das vacinas em adolescentes. 

“A partir de amanhã vamos conversar com secretários municipais de Saúde e com a direção do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde para tomar uma decisão fechada no Paraná”, disse Beto Preto.

Segundo ele, será possível iniciar a imunização pelos grupos prioritários nessa faixa etária, já que 94,23% da população paranaense com mais de 18 anos já recebeu uma dose, duas doses ou a dose única. 

A princípio serão vacinados os adolescentes entre 12 e 17 anos com comorbidades, deficiências permanentes, indígenas, gestantes ou privados de liberdade. De acordo com Beto Preto, não adianta estender a vacinação neste momento para o restante dos adolescentes, pois o Estado precisa de uma previsão do Ministério da Saúde. Municípios com doses sobrando poderão aplicá-las nos adolescentes dos grupos prioritários.

“Quem compra vacina no Brasil é o Ministério da Saúde, para que possamos garantir a utilização correta das vacinas precisamos ter a garantia de que o Ministério vai garantir as vacinas da Pfizer (única autorizada no país para essa faixa etária). Precisamos ter a garantia de que serão compradas para distribuirmos aos municípios”. 

Beto Preto disse ainda que o Paraná vem cobrando que o Ministério volte a recomendar a vacinação geral de adolescentes. “O Paraná continua seguindo o Programa Nacional de Imunização, ao mesmo tempo em que cobramos, dentro do diálogo entre as esferas de Saúde, que o Ministério também inclua o quanto antes a vacinação dos adolescentes sem comorbidades. Essa posição é fundamental, dependemos dessa posição”, disse.

“Estamos insistindo no diálogo, solicitando que tenhamos doses disponíveis para vacinar os adolescentes, e torcemos para que isso aconteça logo, entre hoje, amanhã ou quarta-feira fatalmente nós teremos outra posição”. 

Com Bem Paraná

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.