conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Educação

Paraná prevê vacinar professores e policiais em maio

A expectativa da Saúde é vacinar toda a população acima de 60 anos em abril e avançar para todos os grupos prioritários até maio.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) anunciou na última sexta-feira (26) a intenção de imunizar contra a covid-19 os profissionais da educação e policiais, após concluir a vacinação dos idosos

A primeira etapa de vacinação no Paraná deve imunizar 4.635.123 pessoas. Essa é a nova estimativa da Secretaria após uma atualização do Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, realizada em 15 de março. A nova versão aumenta em 616.008 pessoas a previsão inicial, que era de 4.019.115 paranaenses.

A expectativa da Saúde é vacinar toda a população acima de 60 anos em abril e avançar para todos os grupos prioritários até maio.

Depois dos idosos, o objetivo é avançar para os grupos de trabalhadores da educação e da segurança. “A partir do planejamento da Secretaria da Saúde, a ideia é chegar a esses dois grupos extremamente importantes para a nossa sociedade: a polícia, que já está na linha de frente de atuação contra o coronavírus há um ano, e os educadores, porque queremos retornar às aulas com segurança o quanto antes”, afirmou o governador Ratinho Junior (PSD).

Na terça-feira (30), a Sesa reforçou que planeja, sim, antecipar a vacinação de professores e profissionais da segurança pública e a inclusão deles no calendário junto ao grupo de pessoas de 18 a 59 anos com comorbidades.

De acordo com a secretaria, “a vacinação desses grupos será feita de maneira simultânea, com previsão de aplicação das doses no mês de maio, de acordo com a programação de entrega de vacinas pelo Ministério da Saúde. As aulas nas escolas estaduais retornarão em paralelo à imunização dos professores”.

Suspensão das aulas presenciais

A rede estadual de ensino está com aulas presenciais suspensas desde as primeiras medidas de restrição diante da pandemia do novo coronavírus no Paraná. O retorno dos alunos à sala de aula chegou a ser adiado quatro vezes.

Para este ano, a Secretaria de Educação e do Esporte do Paraná (Seed) anunciou que as aulas seriam retomadas presencialmente, com o início do modelo híbrido, em que parte dos alunos acompanha as aulas em sala de aula e a outra parte, em casa.

No entanto, com o agravamento da pandemia, todos os alunos da rede estadual retornaram para as aulas remotas.

Com informações AEN

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.