conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Paraná

Polícia Civil orienta população sobre golpes de falso sequestro no verão

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) alerta a população para possíveis golpes de falso sequestro, nesta época de festas de final de ano. Na quinta-feira (24), policiais civis orientaram uma senhora que estava prestes a depositar dinheiro para os criminosos, em Matinhos, no Litoral do Estado.

Os golpistas ligam para a vítima e dizem ter  sequestrado algum familiar dela. Eles colocam outro golpista para falar ao telefone se passando pelo refém. Em seguida pedem dinheiro para que a pessoa seja libertada.

É importante que no momento da ligação a pessoa se mantenha calma, entre em contato com o familiar que supostamente teria sido sequestrado para confirmar a veracidade dos fatos. Em nenhum momento deve-se fazer a transferência dos valores pedidos, antes de verificar a situação e comunicar a polícia.

Nesta semana, a PCPR auxiliou uma senhora que estava sendo vítima deste golpe. Ela recebeu uma ligação onde falaram que a filha dela havia sido sequestrada e pediram uma quantia em dinheiro.

A senhora, desesperada, saiu para depositar o valor pedido, porém uma vizinha impediu que isso fosse feito de maneira imediata. No caminho, também encontrou uma policial civil que conseguiu acalmar a vítima, fazendo com que a mesma ligasse para a filha, certificando-se de que ela estava bem.

A PCPR ressalta que o mais importante nesta situação é manter a calma. Caso tenha sido vítima deste golpe, registre um boletim de ocorrência pela internet no Portal da PCPR ou presencialmente na delegacia mais próxima.

Com AEN

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.

Campo Mourão

Decisão foi tomada diante do aumento de casos da covid-19 e a lotação de leitos hospitalares.

Paraná

Quase 12% das pessoas internadas por covid-19 no Paraná, nesta terça-feira (23), têm entre 20 e 39 anos.