conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Paraná

Ratinho vende Copel Telecom e abre a porteira para novas privatizações no Paraná

A última empresa estatal de telecomunicações do Brasil foi vendida para o fundo de investimentos Bordeaux em leilão na segunda-feira (9). A Copel Telecom, que pertencia ao estado do Paraná, foi arrematada por R$ 2,395 bilhões.

A Copel Telecom é considerada uma das melhores operadoras do Brasil e também bastante lucrativa. A receita líquida da companhia foi de R$ 410 milhões em 2019.

A empresa fazia parte da distribuidora de energia elétrica estatal Copel, que continua sendo propriedade do governo, mas tem capital aberto na bolsa de valores.

Sua divisão de telecomunicações possuía a missão social de levar internet de qualidade em fibra óptica a 100% dos municípios paranaenses, sendo a primeira empresa a conseguir o feito.

Com tamanha infraestrutura, a Copel Telecom é líder em fibra óptica no estado. O comprador leva 100% das ações. Direito de uso do CNPJ da Copel Telecom. 33 mil km de cabos AS (significa cabo lançado entre postes, sem necessidade de cabos de aço para sustentação). Direito de uso de 61 sites. Debêntures da Copel Telecom.

Privatização

O fundo ainda não revelou quais são seus planos para a Copel Telecom a partir de agora.

Já o governador Ratinho Junior (PSD) anunciou que essa é a primeira de uma série de outras privatizações. As próximas serão vendidas no 1o quadrimestre de 2021. Serão: Compagás, os pátios do Detran, 4 mil km de rodovias e 4 aeroportos.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.

Campo Mourão

Decisão foi tomada diante do aumento de casos da covid-19 e a lotação de leitos hospitalares.

Campo Mourão

Esta é a oitava morte esta semana pela covid-19