conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Comcam

Servidor é alvo de ação judicial por cultivar pés de maconha em viveiro público de Janiópolis

Os fatos ocorreram em 2016 quando o chefe da Divisão de Meio Ambiente da Administração notou 17 pés de cannabis sativa plantados no viveiro municipal.

Foto: MP-PR

O Ministério Público do Paraná (MP-PR), por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Campo Mourão, ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra um servidor do Município de Janiópolis que teria plantado maconha na área de um viveiro público da cidade.

Os fatos ocorreram em 2016, quando o chefe da Divisão de Meio Ambiente da Administração notou “plantas estranhas no meio das mudas de canelinha (árvore)”, tendo sido identificados 17 pés de cannabis sativa plantados. O servidor ocupa cargo efetivo de viveirista em Janiópolis e é filho de um ex-vereador do município.

Com o ajuizamento da ação, o MPPR busca a condenação do agente público às penas previstas na Lei de Improbidade Administrativa, entre elas o ressarcimento integral do dano causado, a perda da função pública, a suspensão dos direitos políticos por período de três a cinco anos e o pagamento de multa civil.

Com MPPR

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.