conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Educação

UFPR adia vestibular após crise com concurso da Polícia Civil

Nova data será anunciada ainda esta semana.

Foi adiada a 1ª fase do vestibular 2021 da Universidade Federal do Paraná (UPPR), que estava marcada para o próximo domingo (28). A confirmação veio da própria instituição, no fim da tarde da segunda-feira (22). Uma nova data será divulgada até quarta-feira (24).

Esta é a terceira vez que as provas do processo seletivo são postergadas – as duas primeiras vezes por causa do cenário incerto provocado pela pandemia do coronavírus.

A decisão chegou um dia depois da instituição adiar em cima da hora as provas do concurso da Polícia Civil do Paraná, prejudicando mais de 100 mil candidatos. Ainda no domingo (21), a crise acendeu o sinal de alerta entre vestibulandos porque o Núcleo de Concursos (NC) da UFPR, organizador da prova adiada, é também responsável pelo vestibular.

O destino da edição 2021 do processo seletivo da UFPR estava sendo discutido desde a manhã, em reunião a portas fechadas pela nova diretoria do NC, agora comandado por Alexandre Trovon, diretor do Setor de Ciências Exatas. O então responsável pela pasta, Altair Pivovar, foi demitido sumariamente na esteira dos transtornos deixados pelo hiato do concurso.

No comunicado, o Núcleo de Concursos garantiu que, apesar da mudança no calendário, a data provável para divulgação do resultado final do vestibular será mantida em 4 de junho de 2021, conforme estabelecida anteriormente no edital, como sendo o dia. A afirmação pode ser interpretada como a manutenção dos planos que a Universidade já vinha fazendo, de retomar o calendário letivo – se a pandemia permitir – no início do segundo semestre do ano.

Garantias

Segundo a nota, a decisão de jogar mais para frente à realização das provas objetivas do vestibular tem a ver com a “necessidade do cumprimento de todos os desafios logísticos envolvidos, sobretudo em atenção ao atual estado de pandemia, para assegurar, sem margens de dúvidas, a segurança das provas e a saúde dos candidatos e do pessoal envolvido na sua aplicação”.

O comunicado não relaciona diretamente o adiamento do vestibular às falhas que levaram à suspensão das provas da Polícia Civil, mas cita como uma das causas a mudança feita na coordenação geral do Núcleo de Concursos – provocada pela polêmica.

De fato, sabia-se que a universidade usaria o concurso da Polícia Civil como base para vestibular da semana que vem. A ideia era consertar possíveis falhas ou brechas que fragilizassem o protocolo de segurança contra a Covid-19 adotado para a aplicação das provas.

Apesar de 20% menor do que no ano anterior, o número de candidatos do processo seletivo deste ano da UFPR é alto: 30.734 – cerca de um terço do total de inscritos para as provas da PCPR.

Com Plural

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.