conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Campo Mourão

Pacote de investimentos para Campo Mourão tem aeroporto, restaurante popular e hospital

Estes investimentos podem chegar a R$ 15,5 milhões.

Foi assinado nesta sexta-feira (21) a liberação de recursos para a pavimentação da pista do Aeroporto de Campo Mourão, para a construção de um restaurante popular na cidade e para o custeio do Hospital Santa Casa de Misericórdia. Estes investimentos podem chegar a R$ 15,5 milhões.

Nas obras do aeroporto e do restaurante popular, o Governo do Estado vai investir R$ 8,3 milhões, com uma contrapartida de R$ 2,1 milhões da administração municipal. Já para o hospital, o anúncio prevê custeio da unidade no valor de R$ 600 mil mensais.

Aeroporto

Para a obra de recape asfáltico da pista de pouso e decolagem do Aeroporto Municipal de Campo Mourão, foi assinado um convênio com a prefeitura da cidade. O Estado vai investir R$ 5 milhões, enquanto o município vai arcar com uma contrapartida de R$ 705 mil.

A obra vai acontecer em uma extensão de 1,4 quilômetro de pista, em uma área total de mais de 49 mil metros quadrados. Com o convênio firmado, a obra vai para licitação.

A pista recapeada vai permitir que a cidade receba mais voos, promovendo o desenvolvimento econômico e turístico da região.

O aeroporto já havia passado por obras feitas pela prefeitura, faltando apenas a reforma da pista, conforme explica o prefeito de Campo Mourão, Tauillo Tezelli (Cidadania). “Nós fizemos investimentos na estação, na cerca do entorno, mas tínhamos a necessidade de fazer o recapeamento da pista. O Governo do Estado assumiu esse compromisso”, ressalta.

“A importância do aeroporto é gigante, principalmente para saúde com o transporte de órgãos, ou então empresários que chegam até a cidade. Nós temos que deixar o aeroporto pronto para que ele possa ser utilizado por quem precisa”, conclui.

Segurança alimentar

Outro convênio assinado nesta sexta-feira prevê a construção de um restaurante popular que deve produzir cerca de 800 refeições por dia em Campo Mourão. O projeto foi apresentado pela prefeitura à Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento (Seab) com o objetivo de atender a população em insegurança alimentar do município. O local terá 900 metros quadrados, podendo atender até 200 pessoas simultaneamente.

O investimento fortalece a rede de proteção alimentar e nutricional de Campo Mourão. O convênio prevê que a administração municipal custeie R$ 12 por refeição, com uma cobrança ao público de R$ 4.

Para isso, o Governo do Estado vai investir R$ 3,3 milhões, enquanto o município vai arcar com mais de R$ 1,4 milhão. O prazo de execução é de 30 meses. Com a nova unidade, o Paraná chegará a 25 restaurantes populares construídos ou modernizados com o apoio do Governo do Estado desde 2019.

Saúde

Também foi confirmado o repasse de R$ 600 mil mensais para o custeio da Santa Casa de Misericórdia de Campo Mourão. O recurso tem como finalidade garantir que os serviços da unidade hospitalar sigam sendo prestados com qualidade.

A Santa Casa passa, desde o início do ano, por um período de intervenção municipal, quando foram constatados problemas nos atendimentos à população pela instituição hospitalar. A unidade é uma entidade sem fins lucrativos, que funciona há 69 anos na cidade.

Os recursos serão repassados ao hospital até que a intervenção acabe ou por um período máximo de 12 meses. Eles serão usados para fortalecer os atendimentos pelo SUS, que representa mais de 85% dos atendimentos mensais da unidade.

O hospital atende moradores de Campo Mourão e de toda a 11ª Regional de Saúde, que abrange outros 24 municípios do Estado, onde residem cerca de 334 mil pessoas.

Investimentos

Campo Mourão e região vêm recebendo uma série de investimentos do Governo do Estado. Entre aportes já anunciados, em execução ou previstos, são mais de R$ 33,2 milhões investidos em educação, segurança e desenvolvimento social na cidade ou nos municípios vizinhos.

Campo Mourão, por exemplo, é uma das cidades que vai receber creches pelo maior programa de infraestrutura de educação infantil do Brasil. Serão duas unidades que atenderão 46 crianças cada. O investimento será de R$ 1,3 milhão.

Ainda na educação, 41 escolas do núcleo regional foram atendidas pelo programa Escola Mais Bonita, com R$ 3,5 milhões destinados a pequenas obras ou reparos nos colégios. Entre licitações para obras em escolas concluídas ou em andamento na região em 2024, os aportes estaduais nas unidades passam dos R$ 6,4 milhões.

Na área da segurança, os investimentos feitos ou estimados para obras futuras são de R$ 12,9 milhões, contemplando a construção da Unidade de Execução Técnico-Científica da Polícia Científica e de uma Delegacia Cidadã.

Relacionado ao desenvolvimento social, o Estado ainda investe R$ 7,7 milhões para a construção de um Centro de Integração Social. A unidade deve ser construída em uma área de 1,7 mil metros quadrados. O objetivo do centro, que ficará anexo à unidade prisional, é reinserir na sociedade pessoas privadas de liberdade.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

O festival proporciona atividades culturais e recreativas nos três parques municipais.

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Todos

Ao todo foram 265 prêmios oferecidos aos consumidores na campanha promocional.