conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Brasil

Petrobras aumenta gasolina em 5,2% e diesel em 14,2% a partir deste sábado

Litro da gasolina vendida às distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 4,06. Para o diesel, preço médio sobe de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro.

A partir deste sábado (18), os combustíveis terão um novo aumento no preço em todo país. O preço médio de venda de gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro – alta de 5,2%. Para o diesel, o preço médio de venda da estatal para as distribuidoras passará de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro, alta de 14,2%.

O valor final dos combustíveis cobrados nas bombas depende também de impostos e das margens de lucro de distribuidores e revendedores. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio da gasolina no país ficou em R$ 7,24 na semana encerrada no dia 11. Já o do diesel, em R$ 6,88.

A alta foi tema de discussão em reunião extraordinária do Conselho de Administração da Petrobras na tarde desta quinta-feira (16). O anúncio oficial foi publicado na manhã desta sexta-feira (18).

Em nota, a Petrobras afirmou que tem buscado o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem repasse imediato para os preços internos da volatilidade das cotações internacionais e da taxa de câmbio. 

“Esse posicionamento permitiu à Petrobras manter preços de GLP estáveis por até 152 dias; de diesel por até 84 dias; e de gasolina por até 99 dias. Esta prática não é comum a outros fornecedores que atuam no mercado brasileiro que ajustam seus preços com maior frequência, tampouco as maiores empresas internacionais que ajustam seus preços até diariamente”

Na última quarta-feira (15), a Câmara dos Deputados concluiu a votação do Projeto de Lei, que limita a aplicação de alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, fixando-a no patamar máximo de 17% a 18%, abaixo dos valores atuais aplicados pelos estados. 

A medida tem o objetivo de reduzir o preço dos combustíveis para o consumidor, mas os aumentos da Petrobras podem anular os efeitos dessa desoneração. O texto aguarda sanção presidencial para entrar em vigor.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Campo Mourão

Cidade já perdeu 126 moradores para doença

Campo Mourão

Esta é a 119ª vitima da doença no município.

Campo Mourão

Outras 221 apostas faturaram a quadra.