conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Campo Mourão

Professor de ioga atropelado na Boiadeira não resiste aos ferimentos e morre na Santa Casa

Atendimento do Samu a vítima de atropelamento na Boiadeira. Imagem: Rafa Bass/ Blog do Raoni

O professor de ioga, de 42 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (14) na Unidade Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Casa de Campo Mourão após sofrer um atropelamento na Estrada Boiadeira no último domingo (11).

A vítima estava pedalando sua bicicleta, em trecho sem acostamento da PR 487, acompanhado de uma mulher, quando um caminhão veio por trás e o atingiu. Com o impacto o ciclista foi arrastado por uns metros. O caminhoneiro fugiu sem prestar socorro.

Ele deu entrada na Santa Casa em estado grave, com quadro de trauma cranioencefálico e permaneceu internado na UTI.

A notícia da morte foi recebida com muita comoção por seus amigos e familiares, desde o acidente as redes sociais do professor de ioga foram invadidas com inúmeras mensagens de afeto.

Seu corpo foi levado do para o Instituto Médico Legal (IML). Ainda não há informações sobre seu velório e sepultamento.

Leia Também:

Caminhoneiro atropela ciclista na Boiadeira e foge sem prestar socorro

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campo Mourão

Aniversariante chegou a se esconder no meio do mato pra fugir de blitz da aglomeração.

Comcam

Entre esses pacientes, 5 estavam na lista de regulação para vaga em leitos de enfermaria e 6 pessoas necessitando de vagas em leito UTI.

Campo Mourão

Decisão foi tomada diante do aumento de casos da covid-19 e a lotação de leitos hospitalares.

Paraná

Quase 12% das pessoas internadas por covid-19 no Paraná, nesta terça-feira (23), têm entre 20 e 39 anos.